03 de abril de 2017

Cinco motivos para você adotar um gatinho

Não posso começar esse assunto sem compartilhar antes com vocês uma história. Se alguém me perguntasse se eu gostava de gatos há quatro anos atrás, provavelmente eu iria falar que não tinha nada contra, mas que não gostaria de ter um.

Acontece que em uma bela madrugada de abril de 2013, eu fui surpreendida por uns barulhos esquisitos na porta da minha casa. Morrendo de medo, eu abri a porta devagarinho e me deparei com uma espécie de ratinho branco todo encardido e morrendo de frio. Ele era minúsculo e parecia um rato, sério.

Minha mãe estava saindo do banho e, quando me viu, deu um grito! A cena que ela presenciou foi exatamente essa: eu, sentada no chão da cozinha, dando peito de peru para um bicho todo sujo. Prometemos uma à outra que a gatinha (já tínhamos reconhecido que não era um rato e achávamos que era fêmea hahaha) ficaria somente aquela noite e iríamos doá-la no dia seguinte.

Passou um dia, dois, e o mingau está com a gente até hoje.  Essa semana completa quatro anos que ele apareceu, não sabemos a data de aniversário ao certo, mas provavelmente ele tinha nascido poucos dias antes daquela madrugada. Eu criei um vínculo tão grande com ele que eu não sei nem como explicar.

Mingau, o gato de Bia Mendes - Blog Garota Tropical.

O mingau é o meu porto seguro. Ele está ali do meu ladinho todos os dias, nas melhores horas para compartilhar a felicidade do momento comigo, e também nas piores, me confortando. Às vezes eu prefiro deixar de sair para ficarmos juntinhos vendo netflix e depois dormir de conchinha. E pronto, eu não preciso mais de nada <3

Desde que eu passei a ter gato, percebi que muitas pessoas têm uma percepção ruim deles no geral. Elas alegam que eles transmitem doenças, mordem, arranham, soltam pêlos demais, dentre outras coisas. Admito que não estão erradas em alguns pontos, por exemplo, eu tenho que pensar duas vezes antes de comprar uma roupa preta, rs.

Eu acredito sim que devemos nos atentar diante das doenças transmitidas, mas para isso, o primeiro passo é estar com a vacinação em dia. No que se refere à morder e arranhar, acho que isso varia do temperamento de um gato para outro. O mingau, por exemplo, nunca me mordeu a não ser de brincadeira. Além disso, depois que eu o castrei, ele ficou muito mais calminho.

Motivos para adotar um gatinho.

Cinco motivos para você adotar um gatinho

Quase toda semana eu vejo posts no Facebook falando sobre adoção de filhotinhos de gatos. Eu quase morro vendo vários maravilhosos na minha timeline ou em petshops esperando um lar. Dessa forma, selecionei cinco motivos para você considerar adotar um gatinho:


1.  Higiênicos

Quando se trata de higiene pessoal, os gatos dominam o assunto. Eles mesmos gostam de se limpar sozinhos, ficam se lambendo quase o tempo todo. Além disso, eles têm o hábito de fazer suas necessidades na caixinha de areia e, em seguida, tampar o buraco que fizeram para evitar mau cheiro.

2. Se divertem com pouco

Não tem porquê gastar dinheiro com brinquedos para gatos. Eles conseguem se divertir com bolinhas de papel, cadarços, caixas ou qualquer coisa que faça barulho. Os brinquedos que contêm sinos ou guinchos são bons principalmente para aqueles que ficam muito tempo sozinhos, pois o som atua como um estímulo adicional.

3. Fácil adaptação

Os gatos conseguem se adaptar à diversos tipos de locais e ambientes. Mesmo em um apartamento pequeno, os felinos procuram seus cantos para se acomodar. Inclusive, é muito comum nos depararmos com eles dormindo em lugares que nunca fossemos esperar.

4. São independentes

Diferente dos cachorros, por exemplo, os gatos conseguem se virar um pouco mais sozinhos e são menos carentes. Dessa forma, é possível viajar por poucos dias, deixar água e comida controladas, que eles vão saber agir tranquilamente.

5. Afeto e companheirismo

Eles são ótimos companheiros para todas as horas. São amigos das crianças, pois são pacientes e adoram brincar. Sempre que possível estão ao lado dos seus donos pedindo carinho e, ao ronronar, mostram que estão gostando do afeto.

Que tal adotar um gatinho?

2 comentários

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Thais
    03 abr 2017

    Quem fala mal de gatos (como isso é possível?) é porque nunca teve um

    • Bia Mendes
      Bia Mendes
      04 abr 2017

      Eu fui uma prova disso hahaha então apoio totalmente, as pessoas precisam ter para ver o quanto é apaixonante!