12 de julho de 2017

5a temporada de Orange is the New Black

Orange is the New Black é uma série de televisão americana desenvolvida por Jenji Kohan. A série se baseia na história verídica de Piper Chapman, uma mulher que tem sua vida virada de cabeça para baixo no momento em que deve cumprir pena por tráfico de drogas cometido há anos atrás.

Em 9 de junho foram disponibilizados novos episódios e, como é uma série rápida de assistir – com 13 eps em cada temporada, eu terminei tudo em uma semana. Resolvi, então, contar para vocês tudo o que eu achei sobre a quinta temporada de OITNB!

Leia também: Confira alguns dos melhores filmes segundo Hollywood

Bom, eu tenho que confessar que o final da quarta temporada mexeu bastante com o meu emocional. A Poussey era uma das minhas personagens preferidas e, quando eu me deparei com a morte dela, fiquei sem chão. Não conseguia parar de chorar e fiquei triste com isso por um bom tempo.

Confira uma pequena resenha da quinta temporada

Após quatro anos de muito sucesso, OITNB decidiu adotar um novo formato para essa nova temporada. E a grande novidade desse ano foi o fato de englobar apenas três dias de história. Dessa forma, toda a trama foi passada em apenas 72 horas.

Como pudemos ver, a quarta temporada terminou com uma revolta em grande escala na sequência da morte de Poussey. A nova nova temporada começou então com Daya apontando uma arma para o guarda Humphreys, o que se desdobrou em uma intensa rebelião em Litchfield.

No entanto, usar esse poder diante das autoridades não será uma tarefa fácil. Algumas das detentas simplesmente querem aproveitar a fama que a rebelião lhes proporciona, enquanto outras como a Taystee querem usar essa oportunidade para obter justiça para Poussey.

Rebelião da quinta temporada de OITNB.

Minha opinião sobre a quinta temporada

Eu fiquei bem triste (de novo) ao começar essa nova temporada, pois ela me fez lembrar novamente do que houve com a Poussey. Além disso, os primeiros episódios me deixaram um pouco desanimada. Eu estava com a sensação de que estava chato e juro que fiquei até com preguiça de continuar.

Na  minha opinião, a temporada foi ficar boa de verdade no quarto episódio. Gente, o que foi aquele show de talentos dos guardas? Em especial o strip-tease do guarda Stratmann. Eu não conseguia parar de rir, foi umas das cenas mais engraçadas ao longo da série inteira para mim.

GIF guarda Stratmann - Orange is the New Black.

As detentas aprendem uma verdade difícil quando tomam o controle da prisão: a revolução não é fácil – especialmente se você não sabe quase nada sobre as mídias sociais devido a anos atrás das grades. Eu adorei Maritza e Flaca dando uma de Youtubers e conseguindo uma ótima repercussão na internet!

Eu li recentemente que a rebelião foi inspirada em eventos reais. As roteiristas se inspiraram em Attica, rebelião que aconteceu em Nova York nos anos 70, e terminou com a morte de 39 pessoas. A quinta temporada, portanto, nos fazer sentir na pele o que é ser tratada nas piores condições.

Meu sentimento ao terminá-la foi completamente divergente do que eu havia sentido nos primeiros episódios. Eu me surpreendi, mesmo. Acredito que tenha sido a melhor temporada até agora e que vai ser difícil alguma chegar aos pés dessa.

E vocês, o que acharam da nova temporada de OITNB?

0 comentários

Deixe seu comentário